Pages

GRAVADORA PROCESSANDO O AVENGED SEVENFOLD

O Avenged Sevenfold, que tinha previsão de gravar seu novo álbum em Fevereiro, está sendo processado pela gravadora Warner Bros. Utilizando os direitos trabalhistas dos Estados Unidos, a banda havia iniciado um processo pra se desligar da gravadora, pois conforme a lei, dependendo de determinadas condições de trabalho, o 'empregado' pode sair da empresa após contrato de sete anos. Para justificar a saída, os advogados do Avenged Sevenfold alegaram que as constantes mudanças internas na Warner Bros estavam afetando a banda.

Em contra partida, a Warner alega que investiu muito capital nos próximos lançamentos da banda, incluindo o novo álbum junto com um CD/DVD ao vivo. E uma das cláusulas contratuais, obriga que a banda grave cinco discos, porém até o momento o Avenged Sevenfold entregou quatro.

A mesma situação ocorreu com o 30 Seconds To Mars, que usou as leis trabalhistas do seu país para sair da gravadora Warner. Outro caso recente e similar aconteceu com o A Day To Remember, que só conseguiu lançar o álbum Common Courtesy (2013), após uma longa briga com a Victory Records.

A Warner e o Avenged Sevenfold afirmaram que vão oficializar o processo no tribunal e vão resolver perante um juiz.