Pages

JULGAMENTO DO VOCALISTA DO AS I LAY DYING MARCADO PARA OUTUBRO

Na última segunda-feira (16), Tim Lambesis retornou a corte para um preliminar. O vocalista segue sendo acusado de contratar um matador de alguel para assassinar sua esposa, que já tinha feito um pedido de divórcio há um ano. Na preliminar, foi ouvido o detetive Howard Bradley, que se passou por matador para ter contato com Lambesis, e receber a oferta, porém por falta de testemunhas, a preliminar foi adiada e apenas em 22 de Outubro, será decidido o destino do vocalista, que se condenado, pegará até 10 anos de prisão.

Recentemente um fiança no valor de 20 milhões foi estipulada e após intervenção dos advogados do músico, esse valor caiu para 2 milhões. Tim pagou a fiança pra conseguir responder o processo em liberdade. Mesmo com a corda no pescoço, seu projeto Austrian Death Machine conseguiu finalizar as gravações do novo álbum "Triple Brutal", que segue sem data de lançamento e como todos sabem, esse disco foi financiado com ajuda dos fãs. A imprensa Americana até questionou a atitude de Tim Lambesis, que pediu mais de 60 mil dólares pra gravar o disco, mas conforme sua conta bancária bloqueada, ele tem um patrimônio de mais de 30 milhões de dólares.

Enquanto Tim segue em prisão domiciliar, sendo monitorado por um GPS, que não permite sua aproximação de sua família, os outros membros do As I Lay Dying seguem aguardando a resolução desse caso, para definir o destino de suas carreiras. O único membro que está ocupado é o baterista Jordan Mancino, que devido a uma fratura na clavícula do baterista do Killswitch Engage, está tocando com eles e até pode vir ao Monsters Of Rock em Outubro, no lugar de Justin Foley.

Vídeo cedido pela nbcsandiego.com :